COMPRAR UM PROCESSADOR

phenom_II

Este artigo tem a intenção de ajudar na escolha deste que é o principal componente do computador, muitas vezes queremos substituir o processador do nosso computador, essa troca não é difícil para quem tem alguma experiência em hardware, basta observar o tipo de soquete do mesmo e compatibilidade com a placa mãe, um desses novos limites é potência consumida em  ( watts ), e alguma habilidade com o cooler. Não é necessário atualizar nenhum software nem drive.

A escolha de um modelo de processador é difícil até mesmo para quem conhece todos características dos modelos atuais mesmo as especificações mais recentes sendo que cada alteração nas características sofre uma mudança no preço dos mesmos. Visando facilitar uma opção entre os modelos atuais, por que ao transcorrer um ano novas características foram adicionadas possibilitando um avanço desenfreado nos processadores.

Atualmente os principais fabricantes de processadores são dois, mas existem outros que não serão citados, Intel e AMD que estão instalados em mais de 90% dos Desktops.

A Intel a partir do ano de 2009 dividiu a fabricação de seus processadores em três grupos i3, i5, e i7 produzidos com arquitetura Core assim como o Core 2 Duo e Core 2 Quad, acrescentando algumas modificações gerando uma nova arquitetura (microarquitetura Nehalem).

 

INTEL:

Inovações do Core i3, Core i5, Core i7:

Todos modelos possuem controlador de memória embutido no processadores, a AMD já possuía este recurso desde os Athlon 64, antigamente o controle pertencia a placa mãe, o controle determina qual memória devemos utilizar, nestes processadores devemos utilizar memórias DDR3.

Alguns modelos possuem vídeo on board que foi embutido no próprio processador e todos possuem controlador PCI Express 2.0 integrado, sendo a placa de vídeo externa conectada diretamente ao processador.

Modelos Core i5 e Core i7 possuem tecnologia Turbo Boost, recurso que aumenta o Clock automaticamente ( overclock dinâmico ) conforme a necessidade e obedecendo alguns limites térmicos e elétricos.

 

Principais características técnicas dos processadores da família Core i3, Core i5, Core i7 :

 

Microarquitetura Nehalem

Processo de fabricação de 32 nm ou 45 nm.

L1 de 64 KB de cache de memória por núcleo.

L2 de 256 KB de cache de memória por núcleo.

L3 de 3 MB a 12 MB de cache de memória.

Núcleos de 2 a 6.

Turbo Boost nos Core i5 e Core i7.

Controlador de memória embutido.

Controlador PCI Express 2.0 embutido.

GPU embutido em alguns modelos.

Tecnologia Hyper-Threading (HT).

 

Principais diferenças para desktops:

Core i3:

Possuem 2 núcleos.

4MB de cache.

Core i5:

Possuem 2 ou 4 núcleos ( modelos 7xx possuem 4 núcleos ).

4MB ou 8MB de cache.

Core i7:

Possuem 4 ou 6 núcleos ( modelos 970, 980x e 990x possuem 6 núcleos ).

4MB a 12MB de cache

Hyper-Threading: tecnologia em um núcleo simula para sistema operacional que existem dois núcleos, assim em um QuadCore para o sistema existem 8 núcleos, esta tecnologia foi criada na época Pentium.

 

AMD:

Inovações do do Phenom II:

Processo de fabricação de 45 nm.

L1 de 128KB de cache de memória por núcleo.

L2 de 512 KB de cache de memória por núcleo.

L3 de 6 MB de cache de memória.

Núcleos de 2 a 6.

Turbo CORE mode em modelos de 6 núcleos.

Controlador de memória embutido.

“Black Edition” possuem o multiplicador de clock destravado

 

Termos utilizados:

 

Clock: a frequência de operação do processador, medida em hertz. Um hertz corresponde a um ciclo de operação por segundo, processadores atuais operam na casa dos gigahertz. Ex 3,33GHz.

Dual Core: Significa que possui núcleo duplo ou seja fisicamente são dois processadores em um único chip ( pastilha ). Atualmente temos modelos de 1 a 6 núcleos.

Cache: memória interna embutida no processador, usada para armazenar dados e instruções frequentemente usadas, muito mais rápida que a memória principal, acelera o desempenho, estão divididos em L1 e L2 referente a cada núcleo, e L3 compartilhado entre os núcleos. A Amd também foi pioneira em introduzir o cache L3.

GPU: Graphics Processing Unit, ou “Unidade de Processamento Gráfico”, responsável pela geração das imagens estas podemos encontrá-las dentro do processador, no chipset da placa mãe ou em uma “placa de vídeo” separada interligada por um Controlador PCI Express 2.0.

Nanômetro: um bilionésimo de um metro. É a medida do espaço entre as conexões dos transistores em um processador. Ex 32 nm.

Drive lógico: pequeno aplicativo ou software que realiza a comunicação do componente de hardware com o sistema operacional.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply

*